Marknet Itens
Aprenda a construir e otimizar seu funil de vendas

Aprenda a construir e otimizar seu funil de vendas para aprimorar o processo e torna-lo cada vez mais ágil e eficiente!

O funil de vendas é basicamente uma representação de todas as etapas pelas quais um potencial cliente passa. Ou seja, ele contempla desde o primeiro contato com a empresa até a efetivação da venda.

 

como reter e engajar clientes no e-commerce

 

Como o funil representa a jornada de compra do cliente, ele é de extrema importância para orientar o processo de vendas. Afinal, ele permite entender melhor os gatilhos que levam o lead a passar para a próxima etapa. E, com isso, permite aprimorar os processos e tornar a atividade mais ágil.

Se você precisa acelerar suas conversões, não deixe de seguir com a leitura. E aprenda a construir seu funil de vendas!

 

Etapas do funil de vendas

Antes de darmos as dicas para construir seu funil de vendas, é importante conhecer todas as etapas que ele compreende. São elas:

 

  1. Topo do funil

O topo está relacionado à fase de aprendizado e descoberta da jornada de compras. Aqui, as pessoas acabaram de identificar que têm um problema a ser resolvido. Portanto, estamos falando de um momento de conscientização.

 

  1. Meio do funil

Referente ao reconhecimento do problema e consideração da solução na jornada de compras, é aqui que a sua empresa começa a lidar com leads. A partir do momento que identificaram uma necessidade, estes leads começam a procurar por soluções.

 

  1. Fundo do funil

O momento de decisão de compra na jornada, é quando os leads estão praticamente prontos para serem abordados por um vendedor e, finalmente, tornarem-se clientes.

 

Como construir um funil de vendas

  1. Entenda a jornada de compras e os gatilhos

O primeiro passo para criar um funil de vendas é identificar qual a jornada de compra das suas personas. Use o histórico que vocês já têm na empresa ou, então, façam pesquisas com os clientes para entender quais as suas principais dificuldades e vontades.

Uma vez que a jornada for mapeada, comece a identificar quais os gatilhos que fazem com o que cliente vá para o próximo estágio do funil. Por exemplo; Ele consegue identificar sozinho qual o melhor caminho para resolver o seu problema? Ou só se dá conta que tem um problema quando é impactado por um conteúdo que o alerta?

Respondendo tais perguntas, você saberá o que precisa ser feito para dar aquele “empurrão” para que a persona siga pelo funil.

 

  1. Defina etapas

Agora, é importante definir as etapas pelas quais as personas passam. Dessa forma sua empresa dará o suporte necessário para que ela siga o fluxo. 

Baseado nos marcos e nos gatilhos identificados anteriormente, divida o funil em 4 etapas:

  1. Visitantes: pessoas que chegaram ao site da empresa;
  2. Leads: pessoas que preencheram algum formulário ou se cadastraram na loja virtual;
  3. Oportunidades: pessoas que passaram pelas fases acima e já interagiram mais vezes com a empresa;
  4. Clientes: pessoas que compraram da empresa.

 

  1. Otimize e escalone o funil

Por fim, a partir do momento que o seu funil de vendas estiver funcionado, é preciso pensar em como ele pode entregar mais resultados

O primeiro passo aqui é definir metas e indicadores de performance para otimizar o funil e garantir que o processo seja revisto e aprimorado constantemente.

Depois, é importante pensar em ferramentas, pessoas e parceiros que permitam escalonar o funil para que ele possa ser replicado para um número maior de potenciais clientes.

Com isso, você consegue aumentar ainda mais a produtividade e a eficiência das ações de divulgação e vendas do negócio, resultando em maior lucratividade!

Tags:
Leia Mais
Newsletter
Informe seu e-mail e fique sempre por dentro das novidades da Marknet
Qual tipo de conteúdo deseja receber?