Marknet Itens
Marketing digital de moda: como aumentar as vendas da sua empresa

Sabemos que a mudança do comportamento do consumidor mudou junto com o marketing digital de moda. Atualmente, o público é mais informado e exige que as empresas disponibilizem informações relevantes e que agreguem algum valor.

Nesse sentido, o marketing digital é imprescindível para aumentar as vendas. Aposto que ficou bem curioso sobre o assunto, não é mesmo? Então leia nosso post e saiba como ele pode lhe ajudar a elevar o volume de vendas da sua empresa!

 

Quer saber como está a estratégia de marketing digital da sua empresa? Faça um diagnóstico de marketing digital gratuito!

Tenha um site de qualidade e atual

No mundo virtual, qual o primeiro contato do cliente com a empresa? Se você respondeu o site, acertou! Ele é a porta da entrada, isto é, onde o consumidor terá as primeiras impressões. Logo, o site deve esclarecer, transmitir confiança e credibilidade ao comprador.

Para isso, a página eletrônica deve ter um design atraente, layout responsivo e estar de acordo com as tendências de moda trazidas pela marca na coleção.

Na página também deve estar explícito o setor em que a empresa atua e os produtos/serviços por ela comercializados. Além desses dados, você deve deixar em local bastante visível as seguintes informações: telefone, e-mail, endereço e horário de funcionamento.

 

ELZA-2

Call-to-Actions (CTA’s) também são muito importantes para atrair a atenção dos visitantes para alguns tipos de conteúdo ou ações que você deseja que eles façam. A página principal do seu site deve ter botões que direcionem as pessoas para conhecer a coleção, o lookbook, o vídeo de campanha, endereços de compra das peças, formulário de  contato e a página de captação de leads. A Diesel, é uma das marcas internacionais que utiliza esse conceito no projeto dos seus websites.

 

site-de-moda

 

Esteja presente nas Mídias Sociais

O uso das mídias sociais é excelente para as empresas que investem em roupas e acessórios. Afinal de contas, representam oportunidades para as marcas divulgarem seus produtos. Já para os clientes, é uma grande oportunidade de ter acesso às propagandas, além de uma experiência de descobertas e aprendizado. A facilidade operacional, o baixo custo e o alcance estão também entre os pontos fortes dessa estratégia de marketing digital de moda.

Cada aplicativo tem uma finalidade diferenciada. Vamos apresentar algumas delas:

Facebook:

Ideal para ter um relacionamento próximo aos consumidores. Crie uma fan page e invista também em anúncios patrocinados do Facebook Ads para expandir o alcance de suas postagens para um público específico.

Instagram:

Aqui você pode estreitar a relação com o cliente, uma vez que é possível fazer comentários nas fotos e vídeos publicados. Além disso, ao usar a famosa hashtag você cria um canal de divulgação pelo qual direciona o usuário para uma nova página que agrupa imagens e vídeos.

Pinterest:

Muito importante para quem tem e-commerce de moda, ele é capaz de deixar seu cliente montar seu próprio mural com as imagens da sua própria mercadoria. Ao agrupar vários produtos semelhantes, o usuário pode, mais tarde, escolher o quer comprar ou divulgar para a sua rede de amigos.

 

mídias-sociais-moda

 

Além das mídias citadas acima, podemos nomear ainda o Youtube, o Twitter, Linkedin e Google Plus. Porém, antes de ter várias páginas ou perfis, avalie qual se encaixa melhor no perfil da sua persona e da sua marca.

Algumas mídias permitem que você disponibilize um botão de compra. Esse é o caso do Instagram, que em junho de 2015 lançou o CTA “Compre Agora”, para realizar compras por meio de fotos e vídeos. Esse recurso está disponível para posts de anúncios. Há também aplicativos como ShopgramLike2Buy e Iluria que transformam o Instagram, o Whatsapp e o Facebook em vitrines de produtos.

Tanto a criatividade como a qualidade das imagens são fatores determinantes na taxa de engajamento das postagens. Portanto, muito cuidado com o tipo de fotografia  postado. Combine as peças com texturas que remetam às tendências em voga. Cabides, brincadeiras com a luz do sol e combinação de looks são boas ideias. Em suma: destaque tanto a peça quanto a mensagem que ela deve transmitir.

As mídias sociais são meios excelentes para fazer com que seus consumidores amem (ou odeiem!) sua marca. Crie embaixadores, ou seja, aqueles clientes que se identificam com a marca e vão ser a porta voz para outras pessoas. Essa é uma das estratégias adotadas por Maisons como a Dior, Chanel e Lancômen, as quais já elegeram nomes como Natalie Portman, Blake Lively e Emma Watson.

 

Geração de leads qualificados

Para a moda, é necessário pensar qual isca digital ou material rico tem relação com a sua marca e o perfil do seu público-alvo. Muitas são as alternativas: Montar um guia de estilo com dicas de uso das peças; uma revista com editoriais e tendências de moda; vídeos com dicas de estilo, entrevistas ou lançamento exclusivo da coleção; aplicativos;  etc.  A Lunender, foi uma das marcas que investiu em um Guia de Estilo, no qual dava orientações de uso das suas peças de acordo com o tipo de corpo.

isca-digital-de-moda-lunender

 

No caso de marcas inseridas no comércio eletrônico, ofertar cupons de descontos é o mais recomendado. A marca Gstar, por exemplo, oferece frete grátis em todas as compras para aqueles que se cadastram. Veja:

 

cupom-de-desconto-gstar

 

Porém, suas ações de captação de leads não precisam ficar restritas à oferta de materiais ricos. Caso tenha lojas físicas, tome como hábito o cadastro do email dos clientes para criar um relacionamento também com aqueles que já conhecem a sua empresa.

As principais vantagens de investir na geração de leads são: Atração de visitantes selecionados (de acordo com o perfil das personas); formação de uma lista de clientes selecionados; melhora do relacionamento; campanhas de email marketing mais bem mensuradas e aumento das taxas de conversão.

Outra dica sobre como ter uma boa lista de contatos de e-mail é investir em campanhas de links patrocinados para impulsionar as iscas digitais.

 

Use links patrocinados

De nada adianta ter um site ou uma loja virtual e não divulgá-los. Pois, é como ter um outdoor no deserto. Investir em links patrocinados deve, portanto, ser uma prática adotada no seu plano de marketing digital de moda.

A principal forma de investimento são os SEOs links patrocinados (AdWords), que são anúncios pagos baseados em palavras-chave. No Google, ao utilizar o Adwords é possível inserir publicidade no topo e na barra lateral direita do site. A vantagem desse recurso é que os anúncios são ativados somente para quem pesquisa por palavras-chave que se relacionam com a sua empresa. Assim, eles aparecem em total convergência com o que é digitado pelo usuário no campo de busca. Utilize-os para atrair visitantes que estejam a procura dos produtos vendidos pela sua marca (ex.: camisas, calças, vestidos de noiva, etc.), principalmente se você é dono de um e-commerce. Mas, é interesse usar esse tipo de publicidade online para converter visitantes em leads através de landing pages que ofereçam conteúdos ricos (revistas, e-books, vídeos com dicas de uso ou tendências).

Há ainda os anúncios feitos na rede de Display do Google indicados principalmente para campanhas de branding. Trata-se de sites e blogs afiliados à plataforma do Google como Gmail, Youtube e outros. A principal vantagem é poder segmentar o anúncio para aparecer em blogs e portais com assuntos relacionados a sua marca.

Em resumo, as vantagens do Google Adwords são o retorno rápido do investimento, a grande acertabilidade dos anúncios e a segmentação em diferentes níveis: palavra-chave, região geográfica, horários, canal, dispositivo (mobile, por exemplo), interesse, remarketing, entre outros.

Envie campanhas por e-mail marketing

Após captar leads, é necessário invistir em campanhas de e-mail marketing. O correio eletrônico continua sendo uma das principais formas de contato, tanto profissional quanto pessoal.

Uma de suas vantagens é a necessidade de uma permissão para enviar conteúdo ao cliente. Portanto, seu trabalho de marketing e vendas será direcionado para clientes potenciais. Isto é, o público interessado nos seus produtos e ou serviços.

 

Em nossa página de materiais educativos, disponibilizamos um Guia Completo sobre Email Marketing. Vale a pena conferir!

Emails marketing de moda podem ter um apelo mais conceitual, onde não há preço ou oferta de produtos. Mas, somente imagens transmitindo o conceito de uma coleção, uma tendência, um lifestyle ou a essência da marca. Essa ação é importante para agregar valor à marca. A marca Free People, é uma das que sabe explorar muito bem essa técnica:

 

email-marketing-moda

 

Há também emails de caráter mais vendedor, com banners divulgado uma promoção, oferta de produtos, etc. Mas, ao mesmo tempo, pode-se oferecer uma informação que ajude o consumidor a escolher a peça ideal para seu estilo ou determinada ocasião.

 

newsletter-moda

 

Crie fluxos de nutrição

O fluxo de nutrição ou automação de marketing é um passo essencial da sua estratégia. Trata-se de uma sequência de emails com o objetivo de educar / informar seus leads e acelerar a passagem deles pelo funil de vendas. Contribuindo assim  o aumento das conversões e a fidelização dos clientes. Ao criá-lo, é necessário relacionar regras de acordo com as ações de cada lead.

Por se tratar de um mercado muito efêmero, recomenda-se que os fluxos de nutrição das marcas de moda estejam vinculados ao momento de lançamento das coleções, ao calendário de promoções… . Enfim, é necessário um cronograma organizado. Segmentar sua base de leads também é fundamental e há vários critérios que podem ser levados em consideração: idade, gênero, estilo, interesse de compra, etc.

 

Faça SEO

Caso não queira pagar anúncios e prefira se destacar nos resultados orgânicos dos sites de buscas, a melhor ferramenta é o SEO (Search Engine Optimization), serviço gratuito que consiste em posicionar seu conteúdo nas melhores páginas de sites buscadores. Ele utiliza palavras-chave relevantes localizadas em seu site que se aproximam do que o usuário procurou no Google, por exemplo.

 

Aposte em marketplaces

Falando em sites de busca, as pessoas não os utilizam apenas para agregar conhecimento. Elas também finalizam negócios em espaços conhecidos como marketplaces, plataformas de vendas que reúnem diversas empresas. Divulgando sua marca, os compradores encontrarão facilmente seu produto nessa “vitrine”. Com um simples clique serão redirecionados para sua página, aumentando as chances de efetivar seu negócio.

Há Marketplaces de grandes e-commerces nacionais como: Submarino, Extra,  Amazon, Ebay, Mercado Livre, entre outros. Porém, há também os especializados em moda, a saber: Vitrina, Farfetch e Shop2Gether.

 

Blog: Uma grande ferramenta da sua estratégia de marketing digital de moda

 

 

marketing-de-conteúdo-moda

O blog é uma excelente ferramenta do marketing de conteúdo. Com ele, você criará conteúdos mais qualificados e relevantes sobre seu produto e nicho de mercado, contribuindo para a atração de novos clientes e fidelização dos antigos. Isso permitirá  que você tenha resultados expressivos pois investirá naquilo que é de interesse de seu público.

Já se foi o tempo em que o marketing digital era tendência. Hoje ele é uma necessidade básica para as indústrias do mundo da moda. Por isso, investir nele é crucial para que sua empresa aumente o volume de vendas sem que você gaste mais para isso. Você poderá mensurar os resultados dos seus esforços, gerando uma grande vantagem para o seu negócio.

Uma dica para os segmentos de confecções, calçados e acessórios é investir em conteúdos que gerem desejo no público-alvo. Fale sobre seus produtos e diferenciais de forma sucinta e inclua um pouco de prosa. Relacione novidades da marca com tendências, estilo de famosos e o lifestyle da sua persona.

E você, o que achou dessas estratégias de marketing digital de moda? Deixe sua opinião no espaço de comentários!

 

Leia Mais
Newsletter
Informe seu e-mail e fique sempre por dentro das novidades da Marknet
Qual tipo de conteúdo deseja receber?