Marknet Itens
Porque investir no Branding da sua marca

Saiba o que é Branding e veja como esta atividade colabora para um negócio competitivo e lucrativo, mesmo durante instabilidades econômicas.

 

O Branding compreende uma série de ações e estratégias que permitem fazer uma boa gestão de marca. 

Por meio dele, é possível tornar a empresa mais conhecida, fidelizar clientes e, principalmente, construir e difundir diferenciais. E, especialmente no mercado tão concorrido que estamos vivendo, trabalhar a marca para que ela se torne forte é fundamental para crescer e vender mais.

 

 

É com o Branding que você conseguirá que a sua marca ocupe um lugar especial na mente dos consumidores. Empresas como Apple, Google e Amazon sabem muito bem disso e tratam a marca como um dos seus principais ativos.

Quer entender melhor o que é branding e quais os seus benefícios? Então, siga com a leitura deste artigo!

 

O que é Branding?

Você já parou para pensar por que uma marca é mais lembrada do que a outra? Ou, então, por que as pessoas estão dispostas a pagar mais por produtos similares só porque um deles é de uma marca específica?

O Branding é o trabalho realizado com o objetivo de tornar uma marca mais conhecida, desejada e positiva na mente dos consumidores. Portanto, ele envolve os valores da empresa, o posicionamento da marca e os atributos intangíveis.

Ou seja, todos os elementos que influenciam na decisão de compra e permitem criar conexões mais profundas com o público.

O Branding resulta de um conjunto de ações que devem ser mantidas ao longo do tempo. Ele envolve, entre outras, disciplinas como marketing, design, promoção e planejamento. Com isso, o Branding deve ser trabalhado desde a criação do logotipo até a rotina de atendimento ao cliente.

 

As pessoas não compram o que você vende

Os benefícios do Branding vão muito além de um logotipo bonito ou de uma marca moderna.

Antes de tudo, é preciso ter em mente que o mercado está altamente competitivo. Com a evolução da tecnologia, a qualidade dos produtos/serviços não é mais um diferencial, e sim, um requisito básico.

Dessa forma, os consumidores deixaram de comprar o que você vende e passaram a comprar os motivos pelos quais você vende. Ou seja, eles buscam marcas que estejam alinhadas com os seus valores e propósito de vida.

A Apple, por exemplo, não vende computadores e celulares. E, sim, maneiras de conectar as pessoas e tornar o mundo um lugar mais simples e criativo de viver.

Em outras palavras, quando a sua marca assume uma personalidade e um posicionamento, ela passa a vender muito mais do que produtos bonitos ou baratos. 

Como resultado, a competitividade adquirida é muito maior, os clientes se tornam mais fiéis e a empresa segue a crescer, mesmo em meio às incertezas econômicas. 

 

Como construir uma equipe de representantes comerciais eficientes no mercado de moda

 

Porque investir no Branding

Investir em Branding torna possível se diferenciar perante os concorrentes. Afinal, uma marca forte é lembrada com mais frequência e não depende apenas de preços baixos para vender.

Além disso, o Branding permite construir credibilidade. Dessa forma, a marca passa uma imagem mais confiável, aumentando as suas chances de ser escolhida durante a jornada de compras dos clientes.

Por fim, a gestão de marcas colabora para criar identificações com o público. Com isso, os relacionamentos são mais duradouros e, mesmo que a empresa precise se reinventar, a marca terá o poder de mantê-la competitiva ao longo dos anos.

Lembrando que um dos passos para um Branding eficaz é justamente o conhecimento profundo dos seus clientes. Por isso, para começar o trabalho da maneira correta, não deixe de entender o que é jornada de compra e a sua importância.

Tags: